NOVEMBRO AZUL: Santa Casa de Marília desenvolve ações de prevenção e combate ao câncer de próstata


Pedágio de Promoção da Saúde do Homem e palestras estão previstos previsto para acontecer

A Santa Casa de Misericórdia de Marília desenvolve diversas ações de prevenção e combate ao câncer de próstata no Novembro Azul. A campanha terá Pedágio de Promoção da Saúde do Homem para passar informações importantes aos colaboradores, além de palestras com médicos urologistas da instutição.

Nos dias 17 e 18 de novembro, das 10h às 13h e das 17h às 19h, tenda será instalada e profissionais estarão orientando os funcionários sobre a importância da realização de exames preventivos para detectar o câncer de próstata o quanto antes e assim aumentar as chances de cura em até 90%.  Laços azuis e balas com cartões de conscientização do Novembro Azul serão entregues durante os pedágios.

Camisetas também serão vendidas a R$ 40,00 através de uma parceria com a Proeste Nissan e Proeste Renault, fazendo parte da campanha Proeste Solidária, com foco para o Outubro Rosa ( combate ao câncer de mama) e Novembro Azul (combate ao câncer de próstata).

No dia 19 de novembro, às 10h30, no salão de reuniões da instituição, o médico urologista Guilherme Caldas ministra palestra sobre o câncer de próstata e no dia 24 de novembro, será a vez do também médico urologista André Guzzardi explanar sobre a campanha Novembro Azul.

O câncer de próstata

De acordo com informações do Inca (Instituto Nacional do Câncer), do Ministério da Saúde, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma) no Brasil. Em valores absolutos e considerando ambos os sexos, é o segundo tipo mais comum. 

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.

Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

O ideal é que o homem da raça negra ou com histórico de câncer de próstata na família inicie os exames preventivos aos 45 anos e os homens em geral aos 50 anos.







Fonte: Assessoria de Imprensa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis