background

Notícias

post image

=RETROSPECTIVA 2021=

Neste segundo bloco do resumo dos principais fatos do ano findado recentemente, estão sendo focados os meses de abril, maio e junho

A Santa Casa de Misericórdia de Marília traz os principais fatos que marcaram os últimos 12 meses na unidade hospitalar filantrópica mariliense. De 4 a 7 de janeiro, serão publicadas as notícias de destaque da instituição no ano de 2021. Neste segundo bloco da nossa retrospectiva, estão sendo focados os meses de abril, maio e junho.


***Abril***

Santa Casa de Marília chega aos 92 anos e direção faz agradecimento especial aos profissionais da saúde

A Santa Casa de Misericórdia de Marília chegou aos 92 anos de fundação no dia 22 de abril de 2021 e em período de enfrentamento à pandemia de Covid-19, a direção do hospital faz um agradecimento especial aos profissionais da saúde.

“Gostaríamos de enaltecer o trabalho de cada profissional que se dedica e não mede esforços para que os pacientes possam ser acolhidos e recebam um atendimento de qualidade. A nossa gratidão e reconhecimento a todos vocês neste momento difícil de pandemia, que, em breve, tenho fé em Deus que vamos superar e voltaremos à normalidade”, ressaltou o provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues.

De acordo com Norival, a Santa Casa de Marília é um importante prestador de serviços do Sistema Único de Saúde. “Encerramos o ano de 2020 com 80% dos nossos procedimentos realizados via SUS. Vamos continuar garantindo esta assistência em saúde pública, primando sempre pela qualidade do nosso atendimento”.

Referência em média e alta complexidades, a Santa Casa de Marília tem se destacado em diversas especialidades médicas e serviços de assistência em saúde.

O hospital realiza mais de 33 mil sessões de hemodiálise por ano em pacientes com insuficiência renal e mais de 9 mil sessões de quimioterapia para pacientes em tratamento de câncer. 

Conta ainda com a moderna Câmara Hiperbárica, equipamento pressurizado destinado ao tratamento médico de oxigenoterapia hiperbárica, trazendo benefícios terapêuticos para pacientes com as mais variadas doenças, sendo um tratamento auxiliar aos antibióticos, cirurgias e importante para a cicatrização de feridas.

O serviço de Hemodinâmica dispõe de equipamentos modernos, fundamentais para diagnósticos e tratamentos precisos no que diz respeito a doenças cardiovasculares. Com plantão 24 horas, conta com atendimento referenciado e é porta de entrada para o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros.

A Santa Casa de Marília possui também uma das únicas UTQs (Unidades de Tratamento de Queimados) do interior do Estado de São Paulo, onde a grande maioria dos pacientes atendidos são encaminhados pelo SUS.

Projetos

Sobre os projetos que estão sendo e serão colocados em prática, o provedor destacou o início da construção da nova cozinha e do novo refeitório, conquistada através de emenda do deputado estadual Vinicius Camarinha (PSB), no valor de R$ 1,65 milhão. “O nosso SND (Serviço de Nutrição e Dietética) hoje fica dentro do hospital. Agora, funcionando em área externa, poderemos ampliar nossa estrutura de atendimento com a ampliação do nosso Centro Cirúrgico”.

Espaço para acolhimento de pacientes do SUS, de Marília e região, também será construído com recursos próprios, em área anexa ao Complexo Ambulatorial “Bento de Abreu Sampaio Vidal”. “Muita gente de cidades vizinhas chega pela manhã e não tem onde ficar. Este será um lugar em que estas pessoas serão acolhidas”, enfatizou Norival.

“Em breve vamos começar a implantação do serviço de Radioterapia - ao lado do Complexo Ambulatorial ‘Bento de Abreu Sampaio Vidal’, complementando o atendimento oncológico, que já conta com consultas, cirurgias e duas salas de quimioterapia. Teremos ainda a ampliação e modernização da Ala de Oncologia - onde hoje funcionam a Diretoria, Faturamento, TI (Tecnologia da Informação) e Laboratório, bem como a implementação de novos serviços médicos e a revitalização do nosso Pronto Saúde”, salientou o provedor.

Programação de aniversário

No dia 22 de abril, a Santa Casa de Marília contou com uma programação especial de aniversário. Entrega simbólica de pães de mel com cartões em agradecimento aos profissionais da saúde aconteceu e em seguida, os coordenadores de setores retiraram os “mimos” aos 1.280 funcionários no Departamento Pessoal da instituição. A cerimônia de inserção da foto do Sr. Milton Tédde - falecido no último dia 25 de fevereiro - na galeria dos provedores, com a presença de familiares do homenageado, também foi realizada na data. E live foi transmitida pelo Facebook, com explanações do provedor do hospital, Norival Carneiro Rodrigues.


                                *********************************

Médico anestesiologista Luiz Antônio de Moraes assume a Diretoria Clínica da Santa Casa de Marília

Em eleição realizada no dia 14 de abril de 2021, foram escolhidos os representantes da Diretoria Clínica da Santa Casa de Misericórdia de Marília para os próximos três anos. O médico anestesiologista Luiz Antônio de Moraes assumiu como diretor clínico e o médico ortopedista Lélio Carli Batista, que estava à frente da referida direção no último mandato, agora é o vice-diretor clínico da unidade hospitalar filantrópica mariliense.

A Comissão Eleitoral foi composta pelas médicas Astrid Maria Jircik e Lia Rachel de Souza Gaspari. A votação aconteceu no saguão de entrada do hospital do piso térreo, com urna instalada nas proximidades do setor de Endoscopia. 

Os médicos assumiram seus cargos após a homologação do resultado da eleição, que teve chapa única. O mandato da Diretoria Clínica da Santa Casa de Marília vai até abril de 2024.

Dentre as competências da Diretoria Clínica estão propor a admissão de novos componentes do corpo clínico e designar coordenadores de clínicas e serviços.

O diretor clínico tem a incumbência de reger e coordenar todas as atividades médicas do hospital em colaboração com a Comissão de Ética Médica; representar o pensamento do corpo clínico junto à mesa administrativa do hospital; desenvolver o espírito da crítica científica e estimular o estudo e a pesquisa, permanecer no hospital no período de maior atividade profissional, fixando horário do seu expediente; tomar conhecimento, para as providências necessárias, de todas as solicitações do corpo clínico; pleitear, junto à Direção Administrativa da Santa Casa ou às autoridades competentes, quando for o caso, providências e meios adequados à efetuação de medidas aprovadas pela Assembleia Geral do Corpo Clínico que visem a boa qualidade e eficácia da Medicina praticada no hospital; encaminhar ao Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São paulo), através da CEM (Comissão de Ética Médica), consulta relativa a quaisquer assuntos de natureza ética, visando o bom exercício da medicina no Hospital; além de outras atribuições.

Em caso de férias, licenças e impedimentos eventuais, o diretor clínico deverá transmitir o cargo ao vice-diretor clínico, conforme consta no Regimento do Corpo Clínico da Santa Casa de Misericórdia de Marília.  

                                      *************************************

Programa de Gestão de Desempenho Institucional promove a prática de desenvolvimento de habilidades

Fruto da análise de desempenho e plano de desenvolvimento profissional, o Programa de Gestão de Desempenho Institucional da Santa Casa de Marília promove a prática de desenvolvimento de habilidades com funcionários da unidade hospitalar filantrópica mariliense. 

Recentemente, no setor de Ortopedia do hospital, a auxiliar de enfermagem Rosemeire dos Santos fez um procedimento de teste ortopédico, sob a supervisão do enfermeiro responsável pelo Ambulatório de Ortopedia da Santa Casa de Marília, Lourival dos Santos e prática com a orientação de base conceitual dos médicos residentes da especialidade médica. “Me senti importante. Pude perceber que consigo ir além do meu potencial”, disse ela.

“O processo de Gestão de Desempenho possui um ciclo anual que promove o diálogo, alinhamento de expectativas entre líder e liderado e também o desenvolvimento das pessoas. O foco do programa não é somente fazer com que o funcionário saiba mais, mas sim com que ele faça melhor as atividades e entregue mais valor ao nosso cliente, seja este interno ou externo”, explicou o gerente da área de Desenvolvimento de Pessoas da Santa Casa de Marília, Kedman Elliaquim. 

O ciclo, iniciado em 1º de março deste ano e que se encerraria no último dia 15 de abril, foi estendido para acontecer até 12 de maio, devido à situação atual de enfrentamento à pandemia e demandas emergentes existentes na instituição.

Kedman enfatizou ainda que o processo de Gestão de Desempenho contribui significativamente para o cumprimento da missão da Santa Casa: “Prestar assistência às pessoas de forma a aliviar a dor e diminuir o sofrimento, com dedicação e solidariedade, valorizando a vida”. 

Além disso, este trabalho garante suporte para o alcance da visão da Santa Casa de Marília: “Ser referência no Estado de São Paulo em qualidade e segurança do cuidado, desenvolvimento organizacional e sustentabilidade econômica e ambiental, até 2025”.

“Estes referenciais só são possíveis de serem alcançados por meio do desenvolvimento contínuo das pessoas, criando um sincronismo entre o que foi planejado e a atuação profissional dos funcionários da instituição. A condução de todo este processo com Ética e Acolhimento foca no Desenvolvimento e faz jus à máxima propagada por um dos grandes escritores de gestão e liderança do mundo, Ram Charan: ‘A liderança requer um interesse genuíno por pessoas’”, concluiu Kedman. 


***Maio***

Paciente de 6 anos atendida via SUS recebe alta da UTQ da Santa Casa de Marília após 9 meses internada

A paciente atendida via SUS (Sistema Único de Saúde), Ana Vitória Camargo dos Santos Pereira, de 6 anos de idade, recebeu alta da UTQ (Unidade de Tratamento de Queimados) da Santa Casa de Misericórdia de Marília em maio de 2021, após 9 meses de internação.

“Ficamos contentes em ver a evolução da Ana. Ela chegou com queimadura de 2º grau e com 47% do corpo contendo queimaduras, provocadas por explosão de churrasqueira na casa dela, quando  tentava acudir a mãe que havia sido atingida pelo fogo nas pernas”, destacou a enfermeira da UTQ, Rubiana Konkiewitz.

Moradora de Promissão (cidade a 96 km de Marília), a criança recebeu todos os cuidados da equipe multiprofissional da UTQ da Santa Casa de Marília no período em que esteve internada. 

“A Ana passou por vários enxertos e ainda continuará sendo acompanhada pelo hospital, mesmo recebendo alta. Ela ainda tem uma cirurgia para correção da mão esquerda para ser feita e a Santa Casa permanece dando total suporte”, explicou Rubiana.

A UTQ conta com médicos cirurgião plástico, intensivista e pediatra, profissionais de enfermagem e também garante suporte nas áreas de Fisioterapia Motora, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Comissão de Cuidados com a Pele, Psicologia, Psiquiatria, Nutrição, Pedagogia e Serviço Social.

A Unidade de Tratamento de Queimados conta com oito leitos - cinco adultos e três pediátricos - sendo a grande maioria através do Sistema Único de Saúde. As internações na UTQ da Santa Casa têm a coordenação da CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Leitos de Serviços Saúde), ligada à Secretaria Estadual da Saúde e pacientes de diversas localidades recebem atendimento neste importante setor da unidade hospitalar filantrópica mariliense.  

                           ********************************

Santa Casa de Marília desenvolve atividades no Dia Mundial da Higiene das Mãos

A Santa Casa de Misericórdia de Marília desenvolveu diversas atividades em alusão ao Dia Mundial de Higiene das Mãos, lembrado em 5 de maio. O slogan da campanha de 2021 foi: “Medidas Simples Salvam Vidas”.

“Estamos promovendo ações a semana toda nos setores administrativos, assistenciais, técnicos, de apoio e terceiros. A higienização das mãos é muito importante para evitar infecções e a transmissão de micro-organismos prejudiciais à saúde. Neste enfrentamento à pandemia de Covid-19 acredito que as pessoas tenham se dado conta ainda mais da importância de lavar as mãos com água e sabão, além do uso constante do álcool em gel”, destacou a enfermeira gerente do SCIH (Serviço de Controle de Infecção Hospitalar) da Santa Casa de Marília, Silvana Martins Dias Toni.

Pedágio foi realizado em tenda instalada no acesso principal de funcionários (Rua 21 de Abril). Os colaboradores responderam a um “Quiz”: As mãos são os principais veículos de transmissão do vírus, bactérias e outros micro-organismos na assistência hospitalar? As respostas (verdadeiro ou falso) foram depositadas em uma urna para os colaboradores concorrerem a brindes. 

Os participantes ganharam um doce com um cartãozinho ressaltando a importância da higiene das mãos, além de frasco com álcool em gel. Sanitização de veículos, regulação de faróis de carros, cesta de chocolate, cesta de saúde bucal, almoço, massagens relaxantes com profissional especializado, camisetas e bonés de emissora de rádio da cidade e pães doces estão entre os itens sorteados.

Colaboraram com a Campanha do Dia Mundial de Higiene das Mãos na Santa Casa de Marília: MercoClean, Mirai Motors, Dra. Vitória Umeda (Cirurgiã Dentista), Dra. Maiara Falzoni (Odontopediatria e Ortodontia), Dra. Graziele Gandolfi (Cirurgiã Dentista), Boss Estética Premium, Rádio Itaipu FM (99,7 Mhz), Centro Automotivo Porto Seguro, JR Castro Serviços Automotivos, Panificadora e Confeitaria Cerene, Maria’s Petit Bistrô, Equilibrium Terapias Complementares e Cantina do Kinho. 

                                  ***********************************

Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Marília completa 15 anos com atuação regional pelo SUS

O Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Misericórdia de Marília completa 15 anos com atuação regional através do SUS (Sistema Único de Saúde) para os 62 municípios do DRS IX (Departamento Regional de Saúde). Os pacientes que querem parar de fumar são encaminhados via CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde), da Secretaria Estadual da Saúde.

Desde o início do período de enfrentamento à pandemia de Covid-19, o fluxo de atendimentos precisou ser reorganizado para evitar aglomerações, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde.

Mesmo assim, os pacientes que já tinham iniciado o tratamento continuaram passando por atendimento médico e recebendo suporte da equipe multiprofissional da equipe do Ambulatório de Tabagismo.

As terapias em grupo foram retomadas a partir da segunda quinzena de junho de 2021, com número reduzido de pessoas atendidas, distanciamento social e uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), por conta do período de enfrentamento à pandemia.

Mais de 4 mil pessoas já passaram pelo Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Marília e deste total cerca de 70% parou de fumar.

“No início era uma oportunidade de aprendizado, mas após 15 anos de trabalho hoje conhecemos bem a realidade dos pacientes. É prazeroso encontrar as pessoas na cidade e receber o agradecimento por termos ajudado elas a pararem de fumar. Com o tempo, é constatada a recuperação do pulmão do ex-fumante, o que é muito importante, ainda mais levando-se em consideração que o tabagismo está entre as comorbidades que podem trazer complicações aos pacientes com Covid-19”, ressaltou a coordenadora do Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Marília, enfermeira Silvia Mara Ferraz de Assis Pinto.

O trabalho da equipe multiprofissional do ambulatório para as pessoas que querem parar de fumar consiste inicialmente em triagem e posteriormente acontecem as terapias em grupo, atendimento médico e acompanhamento com enfermeira, terapeuta ocupacional e assistente social. 

Para o controle da ansiedade, é fornecido o medicamento Bupropiona. Os adesivos de nicotina ajudam as possíveis crises de abstinência que podem ser registradas nos primeiros meses de tratamento, até que haja a desintoxicação do organismo.

Além da enfermeira Silvia Ferraz, o Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Marília conta com a médica Edilaine de Oliveira Miguel, a assistente social Clotilde Carvalho de Souza, o terapeuta ocupacional Kléber Renato Pelarigo e a auxiliar administrativa Solange Aparecida Gomes Aguiar. O atendimento acontece no Complexo Ambulatorial “Bento de Abreu Sampaio Vidal”.


***Junho***

Com UTQ referência para o Estado de São Paulo, Santa Casa de Marília adere ao Junho Laranja

Com UTQ (Unidade de Tratamento de Queimados) referência para o Estado de São Paulo, a Santa Casa de Marília aderiu ao Junho Laranja, mês de conscientização sobre medidas preventivas para a redução de acidentes com queimaduras.

Além de orientações passadas pelos profissionais da unidade a pacientes e comunidade interna, no mês de junho de 2021 a fachada do prédio do Complexo Ambulatorial "Bento de Abreu Sampaio Vidal" ganhou a iluminação da cor laranja.

De acordo com a SBQ (Sociedade Brasileira de Queimaduras), em todo o País são cerca de 150 mil internações por ano em decorrência de queimaduras. As crianças representam 30% desse número.

O médico da UTQ da Santa Casa de Marília, João Evaristo Puzzi Bono, destacou que este ano o foco da campanha compreende os cuidados com o álcool. “Há uma preocupação especial, em época de pandemia, com o álcool em gel utilizado para desinfecção, principalmente das mãos. É uma substância que deve ser utilizada com cuidado, haja visto seu potencial perigoso. As pessoas precisam ter consciência que é um produto altamente inflamável e que é preciso deixá-lo longe das crianças, bem como não colocá-lo em contato com mucosas e olhos”.

A UTQ

Há mais de 60 anos que a Santa Casa de Marília atende vítimas de queimaduras. Com UTQ instalada há décadas, o hospital conta com o atendimento de médicos cirurgião plástico, intensivista, pediatra e psiquiatra, profissionais de enfermagem, bem como garante suporte nas áreas de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Comissão de Cuidados com a Pele, Psicologia, Nutrição, Pedagogia e Serviço Social.

A Unidade de Tratamento de Queimados conta com oito leitos - cinco adultos e três pediátricos -, sendo todos para atender pacientes SUS (Sistema Único de Saúde). As internações na UTQ da Santa Casa têm a coordenação da CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Leitos de Serviços Saúde), ligada à Secretaria Estadual da Saúde e pacientes de diversas localidades recebem atendimento neste importante setor da unidade hospitalar filantrópica mariliense.

Geralmente, as internações têm longa duração, sendo de 100 dias em média. Porém, paciente já chegou a ficar dois anos em tratamento na unidade e recentemente criança recebeu alta após nove meses internada na UTQ da Santa Casa.  

                               *************************************

Em 10 anos, mais de 1 mil pacientes já foram tratados com oxigenoterapia hiperbárica na Santa Casa de Marília

Há dez anos, a Oxibarimed Medicina Hiperbárica, em parceria com a Santa Casa de Misericórdia, oferece aos pacientes da região de Marília os benefícios da oxigenoterapia hiperbárica. O tratamento, que consiste na inalação de oxigênio 100% puro e ocorre dentro de câmaras hiperbáricas, é indicado para feridas de difícil cicatrização, infecções graves e outras doenças.

Nessa uma década de atuação, mais de 1 mil pacientes já foram atendidos na unidade da Oxibarimed instalada na Santa Casa de Marília para tratar lesões no pé diabético, úlceras de varizes, infecções ósseas, lesões causadas por radioterapia, enxertos comprometidos, problemas de cicatrização em cortes cirúrgicos, queimaduras graves, Síndrome de Fournier (infecção por bactérias na região genital), entre outras doenças.

Pacientes diabéticos que têm graves feridas nos pés costumam ser os que mais necessitam do tratamento, que acelera a cicatrização e diminui o risco de amputações. Recentemente, muitos pacientes com Covid-19, que ficaram internados e imobilizados por longos períodos e desenvolveram feridas de pele (conhecidas como escaras ou úlceras por pressão), também têm realizado a oxigenoterapia hiperbárica para auxiliar na recuperação das sequelas. 

O provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues, menciona a importância da câmara hiperbárica para os pacientes da região. "É um equipamento importante, que proporciona plena recuperação para pacientes com diferentes tipos de feridas, queimaduras e outras situações específicas, acelerando o processo de cicatrização. Trata-se de uma parceria de sucesso entre o nosso hospital e a Oxibarimed, que completa 10 anos de excelentes serviços prestados". 

A oxigenoterapia hiperbárica acontece de forma integrada ao uso de antibióticos, intervenções cirúrgicas e demais recomendações médicas. A duração do tratamento é indicada pelo médico, conforme a gravidade da doença. As sessões acontecem dentro de câmaras hiperbáricas, onde a pressão atmosférica é de 2 a 3 vezes maior que ao nível do mar. Os pacientes respiram oxigênio 100% puro. É um percentual bem mais elevado do que os 21% de oxigênio presentes no ar que respiramos naturalmente.

“Essa super oxigenação é levada a todo o organismo pela corrente sanguínea, chegando até as lesões e feridas, tanto internas quanto externas, e acelerando o processo de recuperação”, explica a médica hiperbarista Larissa Passerotti, que também está à frente da unidade da Oxibarimed em Bauru, que completa 16 anos. Contabilizando tanto a unidade e Marília quanto de Bauru, já somam mais de 3 mil pacientes atendidos.  

O tratamento é regulamentado no Brasil desde 1995 pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) e está dentro do rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). 

                             **************************************

Unimed entrega certificado de qualidade ‘Score Rede’ para a Santa Casa de Marília

A Unimed entregou, em solenidade realizada no salão de reuniões, na manhã do dia 23 de junho de 2021, o certificado de qualidade “Score Rede” para a Santa Casa de Misericórdia de Marília. Entre os itens avaliados estiveram segurança assistencial, conforto, experiência do cliente e complexidade hospitalar.

O provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues, agradeceu a Unimed pelo reconhecimento. “O colaborador do nosso hospital trabalha com o coração e quem é atendido aqui sabe dos grandes serviços prestados por nós. É um trabalho bem conduzido e que leva a resultados satisfatórios”. 

O superintendente geral da Santa Casa de Marília, Sérgio Stopato Arruda, destacou que, mesmo com o enfrentamento à pandemia de Covid-19, vem prevalecendo o trabalho de qualidade e segurança do paciente, que há algum tempo já foi implantado na instituição. “Tudo isso tem sido muito importante para conseguirmos prestar serviços de qualidade”.

A enfermeira do setor de Qualidade da Unimed Marília, Cátia Cristina íris dos Santos, lembrou da importância desta avaliação para os prestadores de serviços. “A Santa Casa obteve o selo prata e este certificado tem validade de dois anos. Trata-se de um instrumento fundamental para dimensionarmos o serviço de qualidade prestado pela instituição”, salientou ela, que esteve acompanhada da enfermeira auditora da Unimed na Santa Casa de Marília, Elaine Claro.

O superintendente assistencial da Santa Casa de Marília, Márcio Mielo, disse que esta certificação deve ser dividida com todos os profissionais que atuam no hospital. “Sejam eles do corpo administrativo ou assistencial, bem como os terceiros. Todos participaram de alguma forma para este reconhecimento”.

A coordenadora do setor de Qualidade e Segurança do Paciente da Santa Casa de Marília, Flávia Lima, lembrou do trabalho desenvolvido para qualificar os processos na instituição. “Esta avaliação da Unimed só vem confirmar tudo o que evoluímos, mesmo sabendo que temos desafios a vencer”.

O primeiro secretário da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Marília, Nivaldo Liguori e o tesoureiro geral, Coronel João Carlos Sproesser Mathias, prestigiaram a solenidade, bem como lideranças e coordenadores de setores da unidade hospitalar filantrópica mariliense.




Comentários Facebook:
background

Links Úteis

Acesso a Informação
Doações
Mc Dia Feliz
Trabalhe Conosco
Revistas