Santa Casa de Marília completa 91 anos com relevantes serviços prestados na área da saúde


Hospital atende região de 62 municípios compreendidos pelo DRS IX

A Santa Casa de Misericórdia de Marília completa 91 anos com relevantes serviços prestados na área da saúde para uma região de 62 municípios compreendidos pelo DRS IX (Departamento Regional de Saúde).

“É um ano atípico, de enfrentamento à pandemia Covid-19. Não podemos fazer grandes comemorações para evitar aglomerações. Mas mesmo neste momento difícil pelo qual o País passa, devemos sim ter muito orgulho da nossa instituição, que tem crescido sobremaneira nestes últimos anos e investido bastante, com o apoio da sociedade e de emendas parlamentares, para oferecer qualidade na assistência em saúde”, destacou o 1o vice-provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues.

“Creio que vamos aprender bastante com esta situação enfrentada com a pandemia do Coronavírus. Em que pese o prejuízo financeiro trazido, com a redução no número de cirurgias, internações e procedimentos em geral, continuamos atendendo as urgências e emergências, bem como serviços que somos referência como cardiologia, oncologia, neurologia, ortopedia e nefrologia. Podem ter certeza que a Santa Casa sairá extremamente fortalecida deste período de combate à Covid-19 e teremos força suficiente para manter a evolução que conquistamos ao longo dos últimos anos”, enfatizou o superintendente geral do hospital, Sérgio Stopato Arruda.

Com a ajuda do empresariado mariliense, vem sendo promovida a reforma de aproximadamente 60 apartamentos das Alas E e F da Santa Casa de Marília, sendo que a Ala F já teve as obras concluídas e inauguração realizada no início deste ano. Os parceiros do hospital neste projeto acompanham todo o processo e a direção faz questão de prestar contas de tudo o que é realizado. O Centro Cirúrgico também passou por reforma completa e conta com equipamentos que acompanham os avanços tecnológicos.

Outra conquista recente importante foi a implantação do Complexo Ambulatorial “Bento de Abreu Sampaio Vidal” no prédio do antigo Educandário. No local, já está em funcionamento o consultório odontológico para as crianças em tratamento de câncer, contando com recursos da campanha McDia Feliz, bem como uma área de treinamento para os colaboradores. Com ocupação gradativa, para o prédio brevemente será levado o Ambulatório de Tabagismo, que já funciona com grande sucesso no prédio do hospital, sendo referência para a região de Marília. Outras especialidades médicas também vão passar a fazer suas consultas neste espaço.

Incluída no Plano de Expansão da Radioterapia do Governo Federal, as obras para instalação da unidade de radioterapia devem começar em breve. Com isso, a Santa Casa de Marília passará a ter o a integralidade no atendimento de oncologia de seus pacientes, que já realiza grande quantidade de cirurgias e sessões de quimioterapia, com duas salas para a realização do procedimento em adultos e uma para crianças e adolescentes. O novo espaço terá a construção de casamata, aquisição e implantação de equipamento acelerador linear para procedimentos radioterápicos.

Projeto mais arrojado, que já conta com proposta encaminhada para aprovação no Governo Federal, é o da criação de um Hospital Oncológico, que funcionará onde hoje está instalado o setor administrativo da instituição.

A Santa Casa

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Marília, instituição sem fins lucrativos, filantrópica e com sede em Marília-SP, é referência em assistência para toda a região. Fundado em 22 de abril de 1929, o hospital teve como seu primeiro provedor o Sr. Bento de Abreu Sampaio Vidal.

No início de seu funcionamento, a área física construída da instituição abrigava 18 leitos e apenas uma sala de cirurgia. Com o passar dos anos e com o crescimento populacional urbano, a necessidade de se incrementar novos leitos hospitalares foi sentida. A instituição, na pessoa do então provedor e dos demais membros da Irmandade, apoiou essa ideia e em pouco tempo já estava construído um pavilhão central destinado às internações, bem como o prédio que viria a abrigar a antiga maternidade.

Em 1956, assume a provedoria o Dr. Cristiano Altenfelder e Silva. Naquele mesmo ano foi construído o Pavilhão Infantil “Dona Antonieta Altenfelder”, em virtude de uma demanda emergente de atendimento às crianças. No ano seguinte, 1957, foi construído o Educandário “Bento de Abreu Sampaio Vidal”.

Em vista da crescente necessidade de mais leitos hospitalares, foi construído, em 1977, um novo pavilhão hospitalar e também o novo centro cirúrgico, áreas estas mantidas em funcionamento até os dias atuais.

É importante lembrar que a Santa Casa teve também papel de destaque na formação de profissionais médicos, uma vez que serviu de campo para estágios dos alunos da Faculdade de Medicina de Marília.

Está instalada numa área de 25.000 m² e possui 19.870,01 m² de área construída. Conta com 355 médicos no seu corpo clínico e mais de 1.100 funcionários.

A Santa Casa de Marília é atualmente um hospital filantrópico regional de grande porte, de nível terciário e referência para o SUS (Sistema Único de Saúde) em especialidades e procedimentos de alta complexidade como ortopedia e traumatologia, cirurgia cardíaca e hemodinâmica, neurocirurgia, oncologia e terapia renal substitutiva, inclusive com a realização de transplantes renais.

Conta com serviços ambulatoriais em diversas especialidades como neurologia, oftalmologia, oncologia clínica e cirúrgica, nefrologia, ortopedia, cirurgia pediátrica, cardiologia clínica e cirúrgica, otorrinolaringologia, vascular, anestesiologia, urologia, cirurgia bucomaxilofacial, entre outros.

Atualmente, para atender a comunidade, a Santa Casa de Marília dispõe da seguinte estrutura: 186 leitos de internação, sendo 39 de UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo) adulto e pediátrica, cardiológica e de queimados. O hospital conta com 10 salas no centro cirúrgico e 12 leitos de recuperação pós-anestésica.

O hospital realiza sessões de hemodiálise e é referência em transplantes renais desde 1982. Também possui UTQ (Unidade de Tratamento de Queimados) e vem ampliando o seu atendimento na área de oncologia adulto e pediátrica, com consultas, cirurgias, sessões de quimioterapia e em breve também oferecerá aplicações de radioterapia aos seus pacientes.

O Pronto Saúde atende convênios, particulares e SUS referenciados. Como hospital estruturante, dentro do programa Santas Casas SUStentáveis, do Governo do Estado de São Paulo, a Santa Casa de Marília preza pela qualidade e segurança de seus pacientes.

A implantação do Escritório de Qualidade surgiu a partir de uma política centrada no CQH (Controle de Qualidade Hospitalar). Além disso, a Santa Casa de Marília está inserida no processo de Acreditação da ONA (Organização Nacional de Acreditação) e recentemente o hospital recebeu a Certificação “Ouro” do Cealag (Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão), em reconhecimento aos grandes serviços prestados na área da saúde.

O Ambulatório de Tabagismo da Santa Casa de Marília é referência e atende pacientes gratuitamente, com índice de aproximadamente 60% de pessoas que conseguem largar o vício.

O atendimento da Santa Casa abrange uma população estimada de aproximadamente 1,3 milhão de pessoas, sendo referência para 62 municípios do DRS IX (Departamento Regional de Saúde).

Através do contrato de gestão, como OSS (Organização Social de Saúde), a Santa Casa de Marília administra o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de São Carlos, oferecendo consultas e exames com utilização de alta tecnologia em equipamentos. O AME funciona como centro de diagnósticos e intervenções terapêuticas em mais de 20 especialidades.

Também se destacam as atividades desenvolvidas junto aos colaboradores como a campanha interna sobre sustentabilidade ambiental, o programa de ginástica laboral, o evento Pratas da Casa e a premiação Funcionário do Ano. Estas ações institucionais proporcionam a valorização do funcionário e estimulam o seu desempenho profissional.  






Fonte: Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis