Santa Casa de Marília desenvolve atividades para promover a doação de órgãos no Setembro Verde



Lives com profissionais falando sobre a importância do ato de amor e carreata vão acontecer na campanha


Diversas atividades serão desenvolvidas pela Santa Casa de Misericórdia de Marília para promover a doação de órgãos no Setembro Verde. A Cihdott (Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante) organiza a campanha. 

O prédio do hospital recebeu iluminação da cor verde em alusão à campanha de doação de órgãos e o front light (outdoor) da Santa Casa está com o layout da campanha.


“Informe a sua família que você é doador de órgãos. Começamos as nossas atividades na imprensa este mês e teremos uma programação para conscientizar as pessoas sobre a importância deste ato de amor”, ressaltou a enfermeira Marisa Regina Stradioto, coordenadora da Cihdott da Santa Casa de Marília.

Live com o médico João Fernando Picollo, da OPO (Organização de Procura de Órgãos) de São José do Rio Preto e o médico da OPO de Marília Renato Tambelli será realizada no dia 16 de setembro, às 19h.

Em nova transmissão ao vivo pela internet, no dia 23 de setembro, também às 19h, o cirurgião do Corpo Clínico da Santa Casa e do Hospital das Clínicas de Marília, Francisco Sergi, vai abordar o tema "Transplantes de órgãos".

Por conta da pandemia de Covid-19, este ano a Caminhada pela Vida não poderá ser realizada para evitar aglomerações de pessoas, seguindo recomendações do Ministério da Saúde. No lugar da caminhada, carreata está prevista para acontecer no dia 26 de setembro, a partir das 9h, com saída defronte ao Complexo Ambulatorial "Bento de Abreu Sampaio Vidal", passando pelas ruas do centro da cidade e sendo finalizada na avenida das Esmeraldas, em frente à Praça da Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana).

“Vamos fazer a nossa carreata, na véspera do Dia Nacional de Doação de Órgãos, cada um dentro do seu carro, usando a máscara, com o distanciamento social e respeitando as regras de segurança no enfrentamento à pandemia”, concluiu a coordenadora da Cihdott.





Fonte: Assessoria de Imprensa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis