30 anos de SUS: Santa Casa de Marília é grande prestadora de serviços de saúde pública para a região


Hospital apresenta números expressivos e mais de 70% do total de atendimentos pelo SUS

Um dos maiores sistemas de saúde pública do mundo, o SUS (Sistema Único de Saúde) completa 30 anos de implementação e tem a Santa Casa de Misericórdia de Marília como grande prestadora de serviços. Mais de 70% dos procedimentos realizados no hospital são provenientes do sistema coordenado nacionalmente pelo Ministério da Saúde.

“A Santa Casa de Marília faz a maioria dos seus atendimentos pelo Sistema Único de Saúde, ou seja, atendendo gratuitamente a população, não só de Marília, bem como de um total de 62 municípios da região. É um orgulho para nós podermos contribuir com a assistência em saúde para aqueles que mais necessitam, que não têm condições de pagar um convênio ou uma consulta médica”, enfatizou o 1º vice-provedor do hospital, Norival Carneiro Rodrigues.

Entre os grandes desafios do SUS, na avaliação do próprio Ministério da Saúde, estão a oferta de mais serviços e avanços na parte financeira. Em meio à demanda sempre crescente, especialistas da pasta admitem que o serviço precisa evoluir para atender em quantidade adequada e em tempo oportuno todas essas demandas e necessidades.

A experiência adquirida pela Santa Casa de Marília durante a pandemia de Covid-19 tem sido um aprendizado muito importante para a otimização de recursos, com gerenciamento eficiente, garantindo assim um atendimento com ainda mais qualidade.

Números

Os números comprovam a importância do hospital para a saúde pública em âmbito regional. Neste ano, mesmo levando em consideração a redução no número de procedimentos por conta do novo Coronavírus, a Santa Casa de Marília apresentou média mensal de 5.435 atendimentos ambulatoriais, 609 atendimentos de urgência, 337 internações e 282 cirurgias.

Foram realizados ainda, através do SUS, em 2020, média de 19.353 exames laboratoriais/mês, 571 exames de raio-x, 110 exames de tomografia computadorizada e 116 exames de ultrassonografia.

No tratamento do câncer, 716 sessões de quimioterapia foram feitas por mês, em média e na assistência aos pacientes renais crônicos mais de 2.500 sessões de hemodiálise aconteceram para pacientes do SUS.

Na área cardiológica e de hemodinâmica, a Santa Casa de Marília realizou mais de 70 cateterismos mensais em pacientes do Sistema Único de Saúde.

Números expressivos também podem ser constatados na área oftalmológica, com média mensal de 2.670 exames. Isso sem falar nas consultas médicas e nos procedimentos cirúrgicos e mutirões, como o da catarata, que já beneficiaram milhares de pessoas nos últimos anos.

A UTQ (Unidade de Tratamento de Queimados) da Santa Casa de Marília é referência regional e em casos excepcionais também recebe pacientes de todo Estado de São Paulo. A unidade especializada tem mantido a taxa de ocupação próxima a 100% para atendimentos destinados ao Sistema Único de Saúde.







Fonte: Assessoria de Imprensa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis