Santa Casa participa do lançamento nacional do McDia Feliz


A maior campanha brasileira de mobilização social, pela causa do câncer infanto-juvenil, já tem data para começar em Marília. No próximo dia 10, a Santa Casa de Misericórdia dará largada na edição 2012 do McDia Feliz. O hospital participa da campanha desde 2008. A iniciativa é coordenada nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald, com realização das entidades beneficiadas.

No final de maio (dias 30 e 31) o Instituto promoveu o lançamento nacional, em São Paulo. A programação incluiu um workshop, para orientar sobre o cronograma de atividades e os procedimentos para o sucesso da campanha. A secretária executiva Érica Legutcke de Azevedo e o assistente contábil Alan Gustavo de Moraes, colaboradores da Santa Casa, serão responsáveis pela coordenação local e participaram do encontro.

Érica explica que a Santa Casa garantiu participação no McDia Feliz, entre 57 instituições do país, após submeter um projeto à análise do instituto. “A proposta tem que estar de acordo com o objetivo do Programa Atenção Integral, ou seja, colaborar para o combate do câncer infantojuvenil”, afirma a secretária, que prepara o lançamento em Marília.

O investimento foi definido pela diretoria do hospital, de acordo com as necessidades apontadas por especialistas. A meta desse ano é arrecadar recursos para a aquisição de um terreno, onde será instalada a sede própria do GACCH (Grupo de Apoio à Criança com Câncer e Hemopatias). O projeto técnico foi elaborado pela médica Doralice Tan, responsável pela oncologia pediátrica da Santa Casa.

Ela explica que atualmente a casa de apoio é alugada. O espaço funciona como um centro de auxílio a famílias de crianças que enfrentam o câncer na Santa Casa e outras instituições da cidade. Muitos pacientes moram longe, por isso a entidade oferece refeições, pernoites, oficinas de artesanato e atividades ocupacionais, além de cestas básicas e alguns suprimentos necessários para quem luta contra a doença.

“É um trabalho muito importante, que precisa de apoio. A casa atende atualmente 40 famílias, além de outras que precisam de alguma ajuda sazonal. É uma forma de minimizar as dificuldades principalmente dos mais carentes”, afirma a oncologista.

Mãos à obra - Até o próximo dia 25 de agosto, data em que toda a renda obtida com a venda dos lanches Big Mac será revertida para a campanha, os voluntários da Santa Casa vão trabalhar na divulgação, venda dos tíquetes antecipados para troca do sanduíche Big Mac, venda de camisetas com a ilustração do McDia Feliz e sensibilização de empresas apoiadoras. 

O objetivo é superar a meta, como aconteceu no ano passado. Em 2011 a campanha arrecadou R$ 78,5 mil e ultrapassou o objetivo inicial em mais de R$ 6 mil. Com os recursos, a Santa Casa vai investir em equipamentos e estruturar o serviço de onco-oftalmologia do hospital. Desde 2008, uma série de investimentos com a renda da campanha ajudaram a melhorar o atendimento a crianças e adolescentes, vítimas do câncer.

De acordo com dados informados pelo Instituto Ronald McDonald, durante o lançamento deste ano, a campanha já arrecadou mais de R$ 130 milhões, que foram revertidos para aproximadamente 100 instituições do país. A iniciativa surgiu no Canadá, em 1977, e foi realizada pela primeira vez no Brasil em 1988.




Fonte: Assessoria de Imprensa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis