Com emendas de Bolsonaro, Santa Casa de Marília adquire equipamentos para diversos setores


Deputado conseguiu R$ 961.207,00 em recursos do governo federal para o hospital

Com emendas apresentadas pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), a Santa Casa de Misericórdia de Marília adquiriu equipamentos para diversos setores. Foram quatro projetos de autoria do parlamentar que totalizaram R$ 961.207,00 em recursos do governo federal para o hospital.

O empenho do congressista possibilitou a compra de duas cadeiras de rodas adulto, máquina unitarizadora de medicamentos, câmara para conservação de hemoderivados, carro de emergência, cardioversor, ventilador pulmonar, paleteira manual hidráulica, 11 mesas de cabeceira, dez camas elétricas tipo fawler, central de monitoração de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dois carros-maca simples, 25 mesas de cabeceira, três monitores multiparâmetros e escada com dois degraus.

O 1º vice-provedor da Santa Casa, Norival Carneiro Rodrigues, mencionou a importância deste apoio dos deputados para a instituição. “É muito bom saber que o nosso hospital é reconhecido pela seriedade de sua direção. Não é à toa que conseguimos a indicação de diversas emendas. Fazemos questão de agradecer o deputado Bolsonaro pela conquista de mais estes recursos”.

Equipamento garante mais agilidade na unitarização de medicamentos

Máquina unitarizadora

Uma das aquisições importantes com os recursos conquistados pelo deputado Eduardo Bolsonaro, a máquina unitarizadora converte o medicamento em unidade e embalagem recebe informações necessárias para identificação através de códigos de barras, alertas e avisos, com textos e imagens, para reduzir os eventos adversos na administração do produto. Cores são usadas para diferenciar os fármacos. 

De acordo com o coordenador de suprimentos Leandro Ramos, este equipamento proporciona ao setor a otimização do processo e a agilidade na dispensação dos medicamentos, pois realiza a etiquetação de comprimidos e ampolas no modo semiautomático ou automático. “A produção é de 2.600 unidades por hora, os kits e pequenos frascos em modo manual garantem o preparo de 400 a 1.500 unidades por hora. O mesmo procedimento que era realizado em 15 minutos, de unitarização de 100 ampolas, por exemplo, agora é feito em 3 minutos”.

Leandro Ramos, coordenador de suprimentos da Santa Casa: "Otimização do processo"

Após o processo de unitarização, embalo e etiquetação, os medicamentos são encaminhados para a Farmácia Central do hospital e outros subestoques como no Pronto Saúde, Centro Cirúrgico e Hemodinâmica. “São estoques mínimos para garantir a disponibilidade de medicamentos nestas áreas, que muitas vezes necessitam dos produtos com uma certa agilidade. Posteriormente, fazemos o reabastecimento conforme a demanda”, concluiu Ramos. 






Fonte: Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis