Santa Casa de Marília agradece Consulado Japonês por escolha do hospital como retaguarda durante visita da Princesa Mako


Representantes do Consulado Japonês estiveram no hospital no dia 11 de junho 

A Direção da Santa Casa de Misericórdia de Marília agradece o Consulado Japonês por ter escolhido a unidade como hospital de retaguarda durante a visita da Princesa Mako, no último final de semana.

Antes da chegada da Alteza Imperial, no dia 22 de julho, representantes do Consulado Japonês estiveram na Santa Casa para conhecer as instalações do hospital e acertar a parceria, para o caso de alguma intercorrência de saúde que pudesse acontecer com a Princesa Mako.

Inclusive, esteve no prédio da Santa Casa, no dia 11 de junho, médico japonês indicado pelo Consulado do Japão, que ficou bastante satisfeito com a estrutura oferecida.

A Princesa do Japão Mako chegou a Marília em visita oficial com uma comitiva de 20 pessoas, às 14h30 do dia 22 de julho. A Alteza Imperial fez questão de viajar em voo comercial. Mais de 600 pessoas lotaram o Teatro Municipal “Waldir Silveira Mello” e o Paço Municipal para recepcioná-la.

Na oportunidade, a Princesa Mako disse da alegria de estar no Brasil para a comemoração dos 110 anos da imigração japonesa. “O Brasil é um país pelo qual eu sempre senti amizade desde criança. Apesar da longa distância geográfica, estou profundamente agradecida pelas palavras calorosas para a comunidade nipobrasileira. Estou informada que a comunidade nipo de Marília teve início quando os japoneses vieram e colonizaram a cidade em meados de 1920 e que contribuíram para o desenvolvimento da região, especialmente na área de agricultura”, salientou.

De acordo com a Comissão de Registros Históricos do município, a única vez que a cidade de Marília recebeu uma autoridade imperial foi em 1958, quando o Príncipe Mikasa plantou um ipê no jardim do Paço Municipal.

O Embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada e o Cônsul-Geral do Japão, Yasushi Noguchi também participaram do evento no Teatro Municipal. O prefeito Daniel Alonso e outras autoridades locais recepcionaram a Alteza Imperial, ao lado de representantes do Nikkey Clube de Marília. Diversas apresentações artísticas com representantes da colônia japonesa aconteceram durante a cerimônia.

A exemplo do que havia feito o Príncipe Mikasa, há 60 anos, a Princesa Mako fez o plantio de um ipê no Paço Municipal.

Ao final do evento em Marília, a Princesa Mako seguiu viagem rumo a Promissão, onde também foi recepcionada e cumpriu agenda.

A vinda da Princesa Mako ao Brasil é a quarta visita oficial ao exterior da representante imperial. Em setembro de 2016 ela esteve no Paraguai para as comemorações dos 80 anos da imigração japonesa; e no final de 2015 visitou El Salvador e Honduras.

Mestre em Artes pela Universidade Leicester (Inglaterra), a Princesa de 26 anos também estudou em outras universidades do exterior. Mako de Akishino é a filha mais velha do príncipe Fumihito e de sua esposa, a princesa Kiko de Akishino. Ela é a neta mais velha do imperador Akihito e da imperatriz Michiko.






Fonte: Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis